A ilha do ator Marlon Brando vira ecoresort

A ilha paradisíaca na Polinésia Francesa que pertenceu ao ator Marlon Brando está prestes a virar um resort dos sonhos.

O The Brando abre as portas no início de julho, com 35 villas de tirar o fôlego, no meio de uma natureza cinematográfica.

O sistema é all inclusive, e uma noite não sai por menos de 3.420 euros.

O astro americano se apaixonou – e comprou – a ilha de Tetiaroa, no Taiti, em 1965, depois de filmar O Grande Motim por lá. Foi também nesse oásis que Brando conheceu sua terceira mulher, Tarita Teriipaia, a mocinha do longa.

Responsável pelo projeto do resort, o grupo Pacific Beachcomber seguiu as orientações deixadas pelo ator, que sonhava em transformar o lugar no empreendimento mais ecológico do mundo.

A eletricidade, por exemplo, virá de painéis solares e geradores movidos a óleo de coco.

E o sistema de ar-condicionado dos quartos é, no mínimo, revolucionário: funciona com água retirada do fundo do mar.

Para chegar ao The Brando, é preciso pegar um voo de 20 minutos operado pela Air Tetiaroa, a partir do Faa’a International Airport, em Papeete, no Taiti.

As villas do resort
A piscina principal do The Brando
O quarto de uma das villas
O banheiro de uma villa de três quartos
Piscina privativa
Atividade ao ar livre no The Brando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *