Vídeo: o que fazer no Egito? Um roteiro com as principais atrações de Luxor

O que fazer no Egito? Neste novo vídeo do Carioca NoMundo, trago um roteiro com as principais atrações da cidade de Luxor e seus arredores: os templos de Luxor, Karnak e Hatshepsut e a tumba do famoso faraó Tutancâmon, no Vale dos Reis.

Quer visitar o Egito com a Carioca NoMundo Experience? Eu me juntei a duas das melhores agências de viagens de luxo do Brasil, a Travel Place e a Fredtur, para oferecer aos seguidores do canal experiências de viagens como as minhas.

Faça a sua reserva com a gente pelo e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp: (21) 99375-9246.

(Para entrar em contato com a equipe do Carioca NoMundo sobre qualquer outro assunto, escreva para [email protected]).

Com uma população de cerca de 100 milhões de habitantes, o Egito é um país que ocupa dois continentes. Localizado no Norte da África, ele abrange ainda a Península do Sinai, do outro lado do Canal de Suez, já no continente asiático, onde faz fronteira com Israel e a Faixa de Gaza.

O Egito foi formado a partir da mistura de vários povos que ocupavam a região, mais de 5.000 anos atrás. Por volta de 3.150 antes de Cristo, Narmer foi o primeiro faraó da primeira dinastia do Egito antigo.

Com o passar dos milênios, muita história aconteceu, envolvendo sempre poder, religião e, claro, conhecimento, com nomes que são lembrados até hoje, como o dos faraós Quéops, Ramsés II e Tutancâmon.

Luxor é o nome atual da antiga capital do país, Tebas. Nesta cidade, às margens do Rio Nilo, e também nos seus arredores, vamos encontrar tesouros arqueológicos como os templos de Luxor, Karnak e Hatshepsut, que eu mostro em detalhes para vocês no vídeo a seguir.

Também entrei na tumba do famoso faraó Tutancâmon, no Vale dos Reis.Tutancâmon foi um faraó muito jovem. Governou o Egito de 1332 a 1323 antes de Cristo — dos 9 aos 19 anos, quando morreu. Sua tumba foi encontrada mais de 3 mil anos depois, em 1922, cheia de tesouros.

Mais precisamente 5.398 itens, incluindo um caixão de ouro maciço, a máscara mortuária do faraó, estátuas de divindades, tronos, carruagens, trombetas, cálices, 130 bengalas e suportes, já que Tutancâmon tinha um defeito na perna esquerda, comida, vinho, sandálias e roupas íntimas de linho.

Boa parte deste tesouro encontra-se hoje no Museu Egípcio do Cairo, mas sabe o que eu vi no Vale dos Reis? A múmia de Tutancâmon! Quer ver também? É só clicar na imagem abaixo.

Aproveite para se inscrever no meu canal Carioca NoMundo, no YouTube, e lembre-se de ativar o sininho para receber as notificações de novos vídeos!

Você pode me acompanhar também no Facebook e no Instagram @carioca_nomundo.

Valeu e até a próxima!

Jayme Drummond

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.