Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã

Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã

Imagine um prédio em estilo neogótico construído no fim do século 19 para ser a sede de um poderoso banco holandês. Agora imagine que, mais de 100 anos depois, este mesmo imóvel tenha sido transformado em um luxuoso hotel. Pois assim é o Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã.

Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã

Depois de ser a sede do banco Rijkspostpaar até 1978, o prédio que hoje abriga o hotel Conservatorium virou, por 25 anos, o Conservatório de Música de Amsterdã — e é daí que vem o seu nome. Quando a escola mudou-se para um lugar maior e mais moderno, o grupo hoteleiro de capital israelense The Set Hotels viu a oportunidade de criar ali um de seus empreendimentos.

Foram ao todo quatro anos de obras, sob a responsabilidade do arquiteto e designer de interiores italiano Piero Lissoni, que criou 129 apartamentos, sendo 49 suítes, com tamanhos entre 28 e 170 metros quadrados.

Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã

Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã

A inauguração do Conservatorium foi em dezembro de 2011. E com várias surpresas. O pátio externo do prédio foi envolvido por uma gigantesca estrutura de vidro, que passou a abrigar toda a área do lobby e da recepção do hotel. Ali também fica a Brasserie, o principal restaurante do Conservatorium.

Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã

A mistura do antigo com o moderno aparece o tempo todo no hotel e o passado também se faz presente nas referências musicais que o Conservatorium apresenta, como a escultura de violinos pendentes do teto numa das entradas do prédio.

Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã

As suítes são grandes e superconfortáveis. A do Carioca NoMundo, no sétimo andar, era duplex, com sala no primeiro piso e quarto e banheiro no piso superior.

Os apartamentos de dois andares do Conservatorium foram uma solução encontrada pelo arquiteto Piero Lissoni para aproveitar o pé direito altíssimo dos andares mais altos.

Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de Amsterdã

No subsolo fica o spa Akasha Holistic, com mil metros quadrados, onde o destaque é uma piscina azul com 18 metros de comprimento. Parece coisa saída de um filme de ficção científica!

Além do restaurante Brasserie, onde é servido o café da manhã, o Conservatorium tem também o Taiko, especializado em culinária asiática contemporânea, comandado pelo chef Schilo van Coevorden.

Por dentro do Conservatorium, o melhor hotel de AmsterdãA localização do Conservatorium não poderia ser melhor. Especialmente para quem se interessa por arte e cultura. Afinal, ela está na área conhecida como Praça dos Museus.

Do outro lado da rua do hotel, fica o Stedelijk Museum, com foco em arte moderna. Colado a ele, encontra-se o Museu Van Gogh. Ou seja, em menos de um minuto, você chega em duas das principais atrações de Amsterdã.

Andando mais dois minutos, você estará no Moco Museum, aberto em 2016 e dedicado à arte contemporânea, especialmente a street art, com destaque para as obras do grafiteiro britânico Banksy.

Por fim, a cinco minutos de caminhada do Conservatorium, fica o Rijksmuseum, o principal museu da Holanda, com obras famosas de mestres da pintura como Rembrandt e Vermeer.

Quem gosta de fazer compras também se beneficia da localização do Conservatorium. Basta percorrer duas quadras para alcançar a rua Pieter Cornelisz Hooftstraat, que concentra todas aquelas lojas de grifes sofisticadas e mundialmente conhecidas. Mais um ponto para o melhor hotel de Amsterdã!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *