O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace

O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace
O salão da nova Pérgula do Copacabana Palace: astral alegre e cosmopolita

Um mês após a reabertura da Pérgula do Copacabana Palace (leia o post sobre a reforma aqui), já dá para falar com mais intimidade sobre o restaurante de hotel que faltava no Rio de Janeiro.

O Copa acertou em cheio! Rejuvenesceu o bairro mais emblemático da cidade criando um point “carioca chique”. Um lugar com astral alegre e cosmopolita, com um quê de Beverly Hills tropical.

A primeira experiência que tive na nova Pérgula me deixou tão encantado que acabei voltando várias vezes. Do brunch dominical ao jantar, o restaurante já está na minha lista de favoritos no Rio.

Se você curte sair à noite para tomar drinques e jantar em um lugar animado, anote a dica: de quinta à sábado, a DJ Elisa Amaral comanda o som na área interna do restaurante. Se preferir ficar em um ambiente mais tranquilo, reserve uma mesa na varanda, curtindo o visual da piscina.

O cardápio com influências mediterrâneas criado pelo chef Filipe Rizzato segue uma tendência que eu adoro: pratos para compartilhar. As porções servidas não são pequenas como nos bares de tapas — mas também não são tão grandes assim. O ideal é, numa mesa com vários amigos, pedir diferentes opções para todo mundo provar um pouco de cada.

O Carioca NoMundo preparou uma lista de pratos imperdíveis da Pérgula — e, para matar a curiosidade dos leitores, eles aparecem acompanhados dos respectivos preços.

E você, já esteve na Pérgula do Copacabana Palace? O que achou? Deixe seu comentário aqui no Carioca NoMundo.

 

AS ENTRADAS 

O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: tempura
Tempura de camarão e aspargos com mini cenouras e purê de batata roxa. Os camarões e os aspargos são servidos no ponto perfeito: macios e crocantes ao mesmo tempo. O purê de batata roxa que acompanha o prato é espetacular — leve e doce na dose certa. Preço: 62 reais
O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: carpaccio
Carpaccio de filé mignon grelhado e molho grana padano. Esqueça todos os carpaccios que você já comeu. Esse aqui vem ligeiramente grelhado, com uma crosta nas bordas — e, como dá para ver na foto, não é fino como os tradicionais. Os tomatinhos vermelhos e amarelos garantem a estética alegre do prato. Preço: 68 reais

 

OS PRATOS PRINCIPAIS

O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: risoto de beterraba
Risoto de beterraba, queijo de cabra e agrião. Confesso que, numa primeira olhada, não me encantei pela aparência desse risoto. A cor é estranha, né? Mas ele foi a minha maior surpresa na nova Pérgula do Copacabana Palace. É simplesmente delicioso! Preço: 72 reais
O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: polvo grelhado
Polvo grelhado com batatas ao murro. O polvo é muito macio e as batatas ao murro são perfeitas. O toque especial é dado pelo molho romesco, à base de tomate, alho e páprica doce. Fora que é um prato lindo! Preço: 98 reais
O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: Porchetta
Porchetta com alho poró e ervilhas. Além do polvo, outra estrela entre os grelhados da nova Pérgula do Copacabana Palace é a porchetta, que vem acompanhada dessas ervilhas excepcionais. O talo do alho poró foi assado e grelhado e parece um palmito, de tão macio. Preço: 88 reais.
O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: penne com lagostins
Penne com lagostins. Talvez eu só precisasse dizer que esse é o meu prato favorito no restaurante. Mas vou acrescentar que esses lagostins simplesmente derretem na boca. Entendeu? Preço: 78 reais
O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: moqueca de shiitake
Moqueca de shiitake com arroz basmati. O arroz com nuts e pedacinhos de damascos já dá o tom adocicado que se intensifica com o caju caramelado que vem de acompanhamento. No lugar do peixe (afinal, é uma moqueca), tem esses sensacionais cogumelos. Os vegetarianos vão se dar muito bem com essa opção. Preço: 76 reais

 

AS SOBREMESAS

O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: ovos nevados
Ovos nevados com frutas vermelhas e mousse de mel. É aquele tipo de sobremesa que desmancha na boca. Leve sem ser exageradamente doce — e essa mousse de mel quase crocante é um achado. Mesmo para quem não gosta de mel. Preço: 32 reais

O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: cacau de chocolate

O que comer (e por quanto) na Pérgula do Copacabana Palace: Cacau de chocolate
Cacau de chocolate. Se for pedir apenas uma sobremesa, escolha essa. A casca em formato de cacau vem inteira e, quando partida, revela um incrível sorbet de cupuaçu acompanhado de uma mousse de chocolate 66% saborosíssima. A casca também pode ser comida, é claro! Preço: 34 reais

Fiz até um vídeo curtinho para mostrar como “funciona” essa última sobremesa. É só clicar no play:

 

Vamos aos horários da Pérgula?

Almoço: de segunda a sábado, das 12h às 17h.

Jantar: de domingo a quarta, das 18h à meia-noite, e, de quinta a sábado, das 18h às 2h (mas a cozinha fecha à meia-noite).

Brunch: aos domingos, das 13h às 16h.

Café da manhã: de segunda a sexta, das 6h30 às 10h30, e sábados, domingos e feriados, das 7h às 11h.

Para ver mais detalhes sobre a Pérgula do Belmond Copacabana Palace, acesse o site oficial do hotel, aqui.

 

Fotos: Jayme Drummond

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *